sábado, 1 de agosto de 2015

PALAS ATENA – A SUBSTITUIÇÃO DE PADRÕES DO SER

Mensagem da Amada Palas Atena
Canalizada por Elsa Farrus
Em 1º de agosto de 2015



Amada menina, sou Palas Atena.

Vocês estão na substituição dos padrões de consciência, todos se sentem alterados e deslocados como se estivessem em um sonho, e sim, de todas as realidades que lhes cabe afrontar, somente estão com necessidade de descanso.

Amados, estamos contentes e muito agradecidos por todos os processos que vocês realizam, e o descanso neste período entre o portal de leão com a lua do dia 31 de julho e o amor entrante, para abrir definitivamente o chakra do coração. É agora, mais do que nunca, que necessitam desse descanso, mas os velhos padrões mentais e programações familiares os fazem sentir emoções socialmente negativas se permitirem, agora é tempo de criatividade, se ser você mesmo, e para isso é este período de reconexão universal, para dar um nome, vocês são seres em constante movimento de alma, tecendo suas fibras dos campos eletromagnéticos que compõem seus corpos e que se ampliam com as experiências físicas que vocês incorporam vida atrás de vida, dia atrás de dia, sociedade atrás de sociedade.

Todas elas são o arquivo que vocês chamam de inteligência, mas na realidade não existe, a inteligência é outro padrão mental, existe a capacidade de retomar toda essa memória universal que os define e usá-la, isso é a inteligência emocional.

E este é o presente do portal de leão neste ano.

A segunda lua de julho, em plena porta de leão é a grande mãe, é a que vai acompanhá-los nos processos de integração da memória celular de forma mais intensa e mais consciente que antes nestes dias, vocês são os criadores de suas vidas e serão os geradores de infinitas novas realidades.

Mas a única diferença dos tempos anteriores é a chave do coração, que é a alegria, corações partidos já não cabem mais e somente vocês podem assumir a tarefa de reconstruí-los com o posicionamento, não há nenhuma disciplina que possa tirá-los de onde estão, somente vocês e seu posicionamento, sejam fiéis à sua alegria, aquilo que lhes dá alegria de viver é o autêntico plano de vida.

Nada e ninguém se sustentarão fora de seu plano de vida, esses grandes vazios que estão se produzindo e cortam um caminho e tudo desaparece fazem parte desse plano de vida, a abertura de canais maiores está se produzindo e coordenando, mas somente entram neles os que com acordo firme e respeito estejam dispostos a criar sua vida sem temer, sem rancor e sem culpar ninguém de sua situação, seja qual for, seja como for, foi uma aprendizagem e agora se pode mudar, escolhendo mudar sem crítica, somente assim a sincronia se dá, quando não se perde energia no passado.

Vocês orientam toda sua força de criação em recriar infinitamente seus passados, de palavra, de pensamento, de obra e de emoções e constante ira da impotência do que aconteceu e outras sensações e emoções que se deram... passado, passado, passado... passado infinito feito presente, e não somente o seu, e sim que vocês se impregnam do passado de suas famílias e o fazem seu, condicionando o presente.
88% de seu passado é puro passado... e isso corta a realidade presente, amados, soltem, sejam reais, vocês são os que realmente têm a capacidade de soltar sem ir mais ao passado, que no maior número de casos não lhes pertence e os deixa bravos.

Toda essa energia é o seu dom de cocriação, mas não chegam a criar mais que o passado, o que já sabem como defender, atacar e gerenciar...

O portal de leão arranca esse passado de maneira imediata nas próximas semanas e abre novos espaços de vazio onde superar o maior desafio de sua atual existência, a capacidade de ser você mesmo e o medo de ser você mesmo.

Há dias vocês vêm sentindo suas vidas, onde pertencem e onde não... acreditem no que sentem contra o vento e a maré e estejam bem atentos às energias de controle que os rodeiam, que vão ser mais ativas do que nunca, levando suas chantagens ao extremo, era parte do plano para que vocês se posicionassem, dentro das famílias há pactos de alma para que vocês se ponham em seu lugar e ponham limites, e quando o fazem, esses padrões de comportamento se vão porque já não há espaço, então gerenciem suas realidades, não busquem fora, busquem dentro e não pensem que as energias externas os influenciam ou cortam caminhos, porque, assim como se vão as sabotagens, também se vão os externos, é um pacto entre seu ser solar e sua encarnação presente.

Vocês são criadores da vida magníficos, por milhares de anos são autossustentáveis, uns aos outros, agora nada de outro ser pode entorpecê-los nem salvá-los.

Agora é tempo do campo vibratório do coração, vocês estão no bom, pelo menos Gaia sim, vocês decidem como fazer e como realizar, somente depende de vocês manifestar em direção do novo e do velho, unam-se à vida, à sua própria vida e soltem tudo... atrevam-se a começar, talvez em lugares mais humildes ou solitários, mas lugares onde seu coração volte a brilhar.

O único propósito deste planeta é vibrar e criar, e o único propósito do tempo atual é recuperar a alegria de ser, de viver e de entrar em comunhão com todos os seus corpos.

A chave ascensional por excelência é o coração, então amanhã depois da lua azul, seu ser já não estará na mesma casa, no mesmo corpo nem na mesma vida, e sim em um plano paralelo onde criar a vida... atrevam-se, cada minuto é uma porta nova para sua autêntica realidade. Mas com um coração fechado ou pesado da densidade, rancor, ódio e tristeza, ninguém pode chegar a ser ele mesmo, ninguém, pois está preso ao passado e às suas emoções...
Quando as emoções ao invés de prisões serão a chave da expansão da realidade para manifestar... por isso quando vocês regridem retendo suas vidas nos fatos do passado, se transformam em prisões emocionais eternas... Porque se condensam como vocês, apertadas no tempo.
Recebam a grande onda de energia solar que abre para vocês uma nova possibilidade de serem vocês mesmos, ancorem-se no presente e tratem os padrões que os arrastam no tempo.
Amados seres de luz, vivam, amem, sintam e expandam suas propostas, muitos irão e vocês serão a semente do novo com seu coração expandido, nós os esperamos amados mestres nesta torrente emocional que estão atravessando para um bem maior, feliz portal de leão...

Palas Atena



Feliz dia a todos.
Obrigada a todos, podem compartilhar livremente a informação respeitando o conteúdo por sua vibração.
Elsa




Tradução: Blog Sintese http://blogsintese.blogspot.com.br

O DIÁRIO – PARTE 1 – UM COM MUITOS NOMES

Por Suzanne Lie PhD
Em 27 de julho de 2015



Queridos Leitores
Por causa dos campos de energia que em breve entraremos, eu decidi postar meu último livro, O Diário. Este livro é a história de como as pessoas comuns mudam quando lhes é dada uma informação extraordinária. Eu vou postar aos poucos entre minhas outras postagens.

Eu estou escrevendo esse livro com as instruções de que era para juntar TODAS as minhas canalizações e colocá-las em ordem. A estória de Beverly, Lisa e outras conforme o livro continua, é a narrativa que está levando toda essa informação canalizada a UMA informação coesiva.

Eu sei que muitos de vocês também se comunicam com suas expressões superiores, então eu os convido a fazer a mesma reunião de muitas mensagens em UMA. É o AGORA de reunir o UM, então nós somos convocados para juntar todas as nossas “peças do quebra cabeça” individuais de informação, experiências e pessoas em UM representante para a Terra pentadimensional.

Espero que vocês gostem desse projeto e verifiquem a próxima edição. Eu agradeço à Debbie e à Pamela da Austrália por sua edição.

INTRODUÇÃO
~ Lisa Encontra o Diário ~

~ LISA ~
“Há duas semanas tenho tentado contatar minha mãe”, Lisa disse para si mesma enquanto ELA desligava o telefone. Ela tentou repetidamente contatar sua mãe e esta não atendeu ao telefone, não respondeu seus e-mails ou o Skype.

“O que ela anda fazendo?” Lisa murmurou para si mesma. “Acho que terei de ir até lá e descobrir. Isso significa eu ter outro confronto com meu marido sobre minha mãe ‘esquisita’.”

“As crianças estão na escola, então terei de arrumar alguém para buscá-las e ficar com elas até meu marido vir para casa. Que amolação!” Lisa continuou seu diálogo interno ou ela estava falando alto?

“Por que ela simplesmente não se comunica comigo? Eu sei que não nos vemos olho no olho já faz um tempo, mas uma pequena comunicação por parte dela ajudaria muito o nosso relacionamento. Quer dizer, isso se nós tivermos um relacionamento.” Lisa disse tão alto que ficou sabendo que estava realmente conversando com ela mesma.

Que mais ela iria fazer? Com certeza ela não conseguiria entrar em contato com sua mãe. Verdade seja dita, ela não tinha tentado contatar muito sua mãe até agora. Sua mãe falava tanta coisa esquisita ultimamente que Lisa se viu evitando contatá-la.

Então, quando finalmente ela telefonou, sua mãe não respondeu. Na verdade, sua mãe não estava em lugar nenhum. “Meu marido vai ficar muito aborrecido com isso”, Lisa disse para si mesma. “Ele realmente já está farto da minha ‘mãe maluca’, como ele gosta de chamá-la”.

Lisa tentou contatar sua mãe por mais dois dias. Por fim, ela não podia esperar mais. Ela confrontou seu marido, arrumou a baby-sitter e partiu às 5 da manhã na viagem até a casa de sua mãe. Ela disse ao marido que sairia àquela hora para evitar trânsito, mas ela realmente queria evitar outro confronto com o marido e as muitas perguntas dos filhos.

Pela mesma razão ela dormiu no quarto de hóspedes e disse ao marido que era para não acordá-lo. Na verdade, ela não queria “dormir” com ele. Faz tempo que o sexo tornou-se uma tarefa, e quanto mais ela desgostava, mais frequentemente ele queria.

Se Lisa pudesse dizer a si mesma a verdade, o que ela tem evitado por muito tempo, ela era infeliz no seu casamento e precisava conversar com sua mãe esquisita, mas amorosa. Se Lisa pudesse dizer a verdade para si mesma, ela teria que admitir que sua melhor amiga estava íntima demais de seu marido.

Já que ela não podia nem admitir muito isso, ela podia mais facilmente deixar passar todos os sinais óbvios do olhar vago de seu marido. “Não”, Lisa gritou, ao colocar de lado a evidência óbvia e escolhendo viver a mentira. Entretanto, quatro horas sozinha, dirigindo um carro, tornaria muito difícil ignorar.

Quando ela chegou à casa da mãe, ela estava furiosa, em prantos e muito aliviada por estar em um ambiente seguro. Entretanto, era um ambiente vazio. A casa estava arrumada e limpa como sempre, mas as plantas tinham sumido, o gato não estava lá e a casa parecia vazia de toda vida.

Nada de mãe, nada das plantas abundantes, nada do gato, janelas fechadas e todas as portas trancadas. O jardim estava um pouco crescido, mas regado pelos pulverizadores. A geladeira estava cheia de comida vencida e o pão no armário estava coberto de bolor. Agora Lisa estava ficando preocupada.

Ultimamente era tão raro falar com a mãe que ela nem sabia como entrar em contato com os amigos de sua mãe. Isso se ela tivesse algum. Verdade seja dita, Lisa ficou contente quando seu marido aceitou um emprego mais ao norte e eles tiveram que se mudar. Ela não conseguia entender sua mãe. Agora ela tinha desaparecido, justo quando Lisa finalmente estava pronta para conversar com ela.

“Como ela pôde simplesmente desaparecer?” Lisa gritou após ter vasculhado todas as áreas da casa e o jardim. O carro estava na garagem e a bolsa de sua mãe com a carteira dentro dela estava ao lado de sua cama que não mostrava sinal de uso recente. Talvez houvesse uma pista no escritório dela, onde ela se fechava por horas para meditar ou escrever ou o que fosse que ela fazia, pensou Lisa enquanto se encaminhava para os fundos da casa.

Lisa quando adolescente sentia-se envergonhada com o comportamento de sua mãe e nunca trouxe seus amigos em casa. Lisa era mais parecida com seu pai, que as deixou porque sua mãe era tão estranha. Agora a mãe estava causando problemas no casamento de Lisa. Talvez a resposta esteja no escritório, ela pensou enquanto se encaminhava para aquela sala.

Quando Lisa abriu a porta para entrar no escritório, ela sentiu um arrepio repentino. O que isso estava dizendo “como alguém andando sobre um túmulo”? “Ah, meu Deus”, Lisa gritou, “e se ela estiver morta?”

Felizmente não havia cadáver e NEM mãe. A sala estava arrumada, muito mais arrumada do que Lisa o vira durante muito tempo. Na verdade, a escrivaninha de sua mãe, que normalmente era uma bagunça de papéis, estava totalmente limpa exceto por um fichário triplo tão cheio que estava para arrebentar.

Quando Lisa hesitantemente foi até a escrivaninha, ela viu um envelope com seu nome datilografado sobre o fichário. Ela pegou nervosamente o envelope, abriu-o e começou a ler a nota de sua mãe.

~ DIÁRIO DE BEVERLY ~
Minha querida Lisa, eu sinto muito por não ter sido capaz de lhe dizer isso pessoalmente, mas havia muito para dizer e pouco tempo para dizer. Portanto, eu deixei este diário que descreve claramente o que estava ocorrendo em minha vida.

Meu desejo era ter compartilhado com você, mas você deixou muito claro que não quer ouvir sobre os meus encontros “estranhos” com o que você chama de “o desconhecido”. Eu tentei lhe dizer que nunca foi desconhecido para mim, mas quando eu dizia você ficava furiosa.

Eu sei que você culpa meu comportamento por seu pai ter nos deixado quando você só tinha dez anos, mas eu não queria que ele partisse tanto quanto você. Eu também sei que eu era uma vergonha para você quando era adolescente. Eu sinto muito não ser a pessoa que você precisava que eu fosse.

E principalmente, eu sinto muito por nunca encontrar um modo de compartilhar minhas experiências com você que não lhe aborrecesse ou deixasse zangada. Eu espero que você encontre esse diário em que eu reconto tudo que esteve acontecendo em minha na ordem em que aconteceu. Talvez, quando você ler em seu próprio tempo, você possa começar a entender por que eu desapareci desta maneira.

Por favor, lembre-se de que eu a amo muito e espero que possamos recuperar nosso relacionamento. Por favor, não corra para telefonar para a polícia antes de ler isto. Após ter lido este diário, nós até podemos ser capazes de nos comunicarmos.
Eu amo você,
Mamãe.

~ LISA ~
“O quê?!” gritou Lisa. “Você espera que eu leia esse diário bobo antes de chamar a polícia para descobrir onde você está?”

Lisa estava tão zangada que violentamente empurrou o diário para fora da mesa que ao cair no chão o fichário se abriu espalhando as páginas por toda a sala. Lisa ficou horrorizada. Ela finalmente encontrara uma pista para o desaparecimento da mãe e ela simplesmente a espalhara pelo chão. Ela estava tão aborrecida que se sentou na cadeira mais próxima e chorou compulsivamente.

Lisa chorou todas as lágrimas que ela não permitia quando via o olhar de seu marido quando sua amiga aparecia, ou como sua “amiga” olhava para o chão. Ela chorou as lágrimas que ela afastou durante suas quatro horas de viagem para cá sozinha. Então, quando ela se lembrou da expressão de alívio que ela vira no rosto de seu marido ao dizer que precisava deixar a cidade, ela ficou quase histérica.

Ela precisava da mãe para conversar AGORA. Mas ela estava ali para ela? NÃO! De novo ela estava absorvida em seu próprio eu e em sua própria esquisitice em que estava envolvida. Como sua mãe pôde deixar esse livro bobo ao invés de ligar e falar com ela? Mas essa pergunta recordou Lisa que ela não respondeu uma ligação de sua mãe já fazia um bom tempo.

Ela andava “ocupada” e retornaria, mas nunca retornou. Lisa disse a si mesma que era porque ela estava farta das ideias de sua mãe. Mas, a verdade era que sua mãe sempre pôde ler sua mente, e ela não queria que a mãe lhe dissesse o que ela não estava preparada para encarar.

Durante sua viagem de quatro horas sozinha no carro ela “inconscientemente” decidira conversar com a mãe sobre seu casamento. Ela até estava preparada para pedir ajuda. “Mas NÃO”, Lisa gritou para a sala vazia, “Eu finalmente estou preparada para conversar com ela e mamãe está envolvida em seu próprio eu – de novo!”

Lisa dramaticamente deixou-se cair no chão e soluçou em pranto. Ela chorou porque seu casamento estava acabado, sua vida estava uma bagunça, sua mãe sumira e ela estava totalmente sozinha. Entretanto, estar sozinha era o que ela realmente desejava. Ela precisava sair da negação e entrar na verdade. Essa era a razão real de ela viajar até a casa da mãe.

Entretanto, sua mãe não estava lá e não estava já fazia algum tempo. Talvez ela devesse ter respondido a alguns dos telefonemas, e-mails e cartas de sua mãe. Talvez ela devesse ter apenas ouvido a si mesma, Lisa pensou enquanto as lágrimas haviam terminado e ela se sentou no chão e olhou para os papéis espalhados pela sala.

Levou uma hora para Lisa recolher as páginas, que felizmente estavam numeradas e colocá-las de novo no fichário. Ela já tinha se acalmado. Ela foi para a cozinha e por sorte encontrou algum café, sentou-se à mesa da cozinha, onde normalmente ela fazia a lição de casa quando era criança e começou a ler o diário.

Parte 1
Mytria e Jaqual

I
O DIÁRIO
~ O Segredo de Beverly ~

~ DIÁRIO DE BEVERLY ~
Olho pela minha sala e vejo que ela está cheia de formas-pensamento. Esta é a minha sala de meditação, onde eu escrevo, desenho, medito e me engajo em uma busca contínua pelas realidades dimensionalmente superiores. Tenho descoberto muito poucas vidas dimensionalmente superiores e também algumas vidas dimensionalmente inferiores que não foram muito agradáveis.

Entretanto, minha orientação interior me diz para ficar com todas elas, superiores e inferiores, até elas me contarem sua estória inteira. Entenda que tenho vindo a este planeta desde que Gaia pediu por assistência durante a queda de Atlântida. A escuridão havia tomado Seu corpo planetário e a Terra estava saindo de seu eixo.

Portanto eu, e muitos outros, cada um forçando (e quero dizer forçar) nossa consciência em unidade com a dos muitos que estavam morrendo na época do desaparecimento de Atlântida. Nós nos voluntariamos para fazê-lo porque nos oferecemos para trazer nossa luz multidimensional para assistir Gaia. A Terra manteve sua integridade, quase, mas a queda dimensional de Gaia pousou na terceira dimensão mais baixa.

A frequência tridimensional de realidade era tão profundamente polarizada que por inúmeras encarnações a maioria de nós, inclusive eu, ficou perdida nas ilusões dessas dimensões inferiores de realidade. Felizmente é o AGORA de nosso despertar pessoal e planetário.

As forças da escuridão estão bem atentas a esse fato e tentam tudo que podem para nos amedrontar e nos trazer de volta à subserviência. É por essa razão que resolvi escrever este diário. Minha intenção é publicá-lo, ou talvez apenas carregá-lo na Internet.

Não tenho certeza do que o futuro tem para mim, e é por isso que preciso observar muito do que eu considerava ser meu passado. Entenda que Gaia agora está expandindo Sua frequência para as dimensões mais altas de que Ela caiu. Ela esperou o quanto pôde pela humanidade. Seus elementais estão preparados, Seus vegetais estão preparados e Seus animais estão preparados.

Entretanto, a mesma coisa que tornou a humanidade a espécie mais poderosa do planeta é exatamente a coisa que está causando nosso desaparecimento. Eu queria poder identificar exatamente qual é essa “coisa”, mas não consigo. Portanto, vou combinar tudo que aprendi das muitas encarnações e realidade que meu cérebro 3D pode acessar.

Claro, não estou mais limitada ao meu cérebro 3D, pois muitas décadas de meditação, oração e convicção em minha “imaginação” abriram minha consciência para percepções além da minha realidade física. Essas percepções finalmente me trouxeram a primeira paz real de que posso me lembrar, mas elas também me isolaram de praticamente todos que eu conheço.

Eu espero que algum dia minha filha possa ler este diário, e é por isso que o estou deixando na escrivaninha do meu escritório. Se alguém se importasse em descobrir o que aconteceu comigo, seria ela. A realidade é que nem eu estou certa do que aconteceu comigo. Eu sei que fico saltando para frente e para trás no tempo desde o início do diário até o fim do diário, mas, de fato, esta é a minha vida.

Já que sinto que estou no final, apesar de que não ter certeza do que está terminando, eu preciso voltar ao início, que tem que ser a minha infância. Há inúmeras realidades que nos cercam em todos os momentos de nosso dia. Todas elas podem ser penetradas através das muitas formas-pensamento flutuantes de que eu falei.

Nós nos esquecemos de que nossa consciência é a chave que abre a passagem para qualquer realidade que escolhermos. Na verdade, a maioria de nós esqueceu que havia inúmeras realidades. Quando crianças, essas realidades interiores eram acessíveis, pois elas eram “apenas a nossa imaginação”. Mas quando nos tornamos adultos, tivemos que pôr de lado essas outras realidades porque a realidade física que estávamos vivendo era opressora.

Além disso, somente as pessoas “malucas” podiam ver e interagir com outras realidades. Portanto, nós nos esquecemos de que podíamos escolher nossa realidade. Nós aceitamos as mentiras com que éramos alimentados por aqueles que procuravam controlar e possuir ao invés de amar e criar.

Nós tentávamos controlar nossa vida para que “eles” não nos controlassem. Entretanto, o controle em qualquer forma é uma armadilha, pois nós não podemos controlar e entregar ao mesmo tempo. O controle é o mecanismo da terceira dimensão, enquanto que a entrega abre o caminho para os mundos superiores.

Portanto, por controlar nossas vidas, nós somente enxergamos as opções e soluções tridimensionais para as nossas situações tridimensionais. Essas opções não eram suficientes para mim, mas estou saindo da sequência outra vez. Eu preciso voltar ao início, minha infância, e escrever esse diário em alguma forma de sequência vinculada ao tempo, ou ninguém irá entendê-lo.

~ LISA ~
“Você está tão certa, mãe”, lamentou Lisa. “Mas ainda não a entendo. E cadê você?” Lisa falou alto sem querer gritar. “Eu viajei quatro horas até aqui para conversar pessoalmente com você e o que tenho é um diário. Meus filhos estão com o pai, que pode aceitar minha ausência por um tempo. Além disso, a comida que deixei para eles irá acabar.”

“Onde você está? Tive uma briga enorme com meu marido para poder vir até aqui e apelei para as minhas economias para ajudar meus filhos. Como você pôde ser tão egoísta? Eu sei que éramos próximas quando eu era novinha, sendo filha única e tal. Entretanto, assim que parei de acreditar nessas suas coisas esquisitas, nós começamos a nos separar cada vez mais.”

Lisa estava muito zangada, mas também havia um pouco de medo em sua voz. Reconhecendo inconscientemente o medo, Lisa voltou à leitura na esperança de encontrar alguma pista de sua mãe. Ela bebeu mais alguns goles de café e voltou à leitura.

~ DIÁRIO DE BEVERLY ~
Você poderia dizer que eu fui uma criança com grande imaginação. Na verdade, eu vivia tanto na minha imaginação que às vezes ficava confusa sobre qual mundo era o mundo real. Foi aí que vi as formas-pensamento. Eu não entendia que eram formas-pensamento. Para a minha realidade infantil, esses momentos de comunicação com outra realidade eram mais reais do que minha vida diária.

Na minha vida diária eu era apenas uma criança normal que não era muito esperta, muito bonita, muito inteligente ou qualquer outro muito. Mas quando portais invisíveis dentro da minha mente de repente, ou lentamente, se abriam, eu não era mais uma criança. Eu era um Americano Nativo cruzando as planícies em um pônei Pinto. Eu era um menininho atravessando a América numa carroça coberta. Eu fui uma Sacerdotisa em um local distante chamado Atlântida ou um rapaz navegando uma nave espacial.

Todas essas formas-pensamento flutuavam ao meu redor. Só o que eu precisava “fazer” para entrar em uma forma-pensamento era permitir meus pensamentos e sentimentos fluírem para esse mundo por sentir as emoções daquele “eu” e ter os pensamentos “daquele” eu. Claro, como criança, eu não sabia que era uma forma-pensamento. Na verdade, eu não fazia ideia do que era, mas, como uma criança, eu não me importava.

De fato, eu sentia que se contasse a alguém o que eu vivenciava, meu portal secreto fecharia e eu seria “atirada à deriva em um planeta hostil”. Eu sei que esta declaração parece extrema, mas era exatamente como eu sentia. Se na época tivessem falado sobre terapia, eu teria ido. Isto é, claro, se eu tivesse contado a qualquer um sobre minha vida secreta, o que eu nunca fiz.

Felizmente, havia essa presença flutuante e nebulosa que sempre estava comigo quando eu entrava nesses mundos e que me dizia para não contar a ninguém o que eu estava fazendo. Esse ser nebuloso cintilante era grande demais para ser uma forma-pensamento e ele parecia diferente. Essa presença não era como a forma-pensamento que se tornava um portal se eu abrisse e entrasse. Eu não entrava no ser nebuloso flutuante, mas ele entrava em mim.

Quando o ser flutuante entrou em mim, senti-me tão maravilhosa, pura, honesta, invencível e segura. Mas ele não entrava em mim tão frequentemente. Ele normalmente apenas me orientava e me ajudava a entrar no que era chamado de “formas-pensamento”. Meu amigo nuvem foi quem me ensinou que se eu pudesse acreditar e entrar nessa forma-pensamento, essas formas-pensamento se tornariam portais para outros mundos.

Toda essa “imaginação” e amigo flutuante estavam bem enquanto eu era uma criança, mas como adolescente eu comecei a mudar. Eu não quis mais brincar com meu amigo flutuante e entrar em portais maravilhosos que ele me apresentava como formas-pensamento. Eu estava me tornando uma mulher e precisava de um namorado para provar isso. Então, meu amigo flutuante foi posto de lado, tal como uma boneca velha que eu adorava enquanto criança.

Eu estava velha demais para toda essa tranqueira de imaginação. Então, eu parei de prestar atenção às formas-pensamento flutuantes e ignorei meu amigo nuvem. Afinal, ele era somente para criança, e eu estava crescendo. Foi exatamente aí que eu fiquei MUITO deprimida! Essa depressão me seguiu por muitos anos de minha vida.

Eu me esquecia das formas-pensamento e muito frequentemente me esquecia de meu amigo nuvem. Eu estava ficando adulta e tinha de me comportar adequadamente. Mas chega de me tornar um adulto: eu disse que começaria pela minha infância e assim farei.

~ LISA ~
Lisa parou com o Diário em um estado de espírito que ela não podia identificar. Ela queria estar zangada, mas, ao contrário, ela se sentia triste. Sim, era a vida de sua mãe que a fez sentir-se triste. Sua vida era boa, de fato, era feliz. O único problema era que ela tinha viajado tanto até ali para descobrir onde estava sua mãe maluca.

Bem, talvez sua mãe não fosse tão maluca. Talvez ela tenha pensado isso porque estava muito zangada com ela por não estar ali. Na verdade, por não estar presente tantas vezes quando ela precisava de alguém com quem conversar. Mas, com esse pensamento, Lisa começou a perceber que ela não falava com sua mãe já fazia bastante tempo.

“Pensar demais com um estômago vazio e sem dormir”, Lisa disse a si mesma. Ela podia ligar para seu marido e dizer a ele que ela chegara bem, mas não ligou. Ela não queria pensar por que ela não ligou para ele, mas ela ligou para sua amiga com quem estavam seus filhos. Seu marido provavelmente estava no trabalho ou em algum outro lugar, Lisa mentiu para si mesma.

Ela empurrou o diário e cruzou a cozinha em busca de alguma comida. Ela NÃO queria continuar com essa linha de pensamento. Ela encontrou alguma comida no congelador, que estava bem e coou mais café. Entretanto, após finalmente comer, nem o café conseguiu mantê-la acordada.

Assim, Lisa foi para o sofá para apenas deitar por “uns poucos minutos”. Ela acordou depois de horas. “Uau, que sonho”, ela comentou consigo mesma quando acordou. Felizmente ela esqueceu dele rapidamente.

Lisa tomou um banho demorado na enorme banheira de sua mãe e então se vestiu para ir a um restaurante e ter uma refeição decente. Ela estava para cruzar a porta quando voltou ao escritório de sua mãe e pegou o diário. Afinal, é gostoso ler alguma coisa enquanto você come em um restaurante.




Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com.br

sexta-feira, 31 de julho de 2015

MENSAGEM DIÁRIA DO ARCANJO GABRIEL DE 30 DE JULHO DE 2015

Canalizado por Shelley Young



Todo dia vocês têm uma oportunidade de se expressar como vocês verdadeiramente são.
Permitam a sua gentileza, a sua luz, a sua divindade, o seu amor mostrarem o caminho, Queridos.
Todos eles são sua verdade e ver essa verdade é espetacular.

Arcanjo Gabriel



Arcanjo Gabriel através de Shelley Young
Facebook: Trinity Esoterics
Twitter: @trinityesoteric

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com.br

MENSAGEM DIÁRIA DO ARCANJO GABRIEL DE 29 DE JULHO DE 2015

Canalizado por Shelley Young



Há uma coisa incrível que acontece quando você passa a praticar o amor incondicional por você.
Você perde o seu medo de espelhos, tanto o refletivo como o do tipo humano.

Arcanjo Gabriel



Arcanjo Gabriel através de Shelley Young
Facebook: Trinity Esoterics
Twitter: @trinityesoteric

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com.br

quinta-feira, 30 de julho de 2015

A HISTÓRIA PASSADA E PRESENTE DE NOSSA JORNADA PARA O LAR

Mytria e a Família Galáctica
Por Suzanne Lie PhD
Em 23 de julho de 2015



Queridos Leitores,
Eu fui orientada para a mensagem abaixo no meu site multidimensions.com. Eu a escrevi muito tempo atrás, talvez na década de 90. Esta é a Parte 1 dessa mensagem.
Um dos melhores modos de entender quem nós somos AGORA é entender quem nós éramos.

NO COMEÇO

Queridos,
Eu sou Mytria e retornei para lhes falar mais sobre o Pensamento com o Cérebro Todo. O Pensamento com o Cérebro Todo surge da atividade cognitiva, que equilibra perfeitamente os hemisférios direito e esquerdo do seu cérebro. Para explicar melhor, permitam-me tomar um desvio e lhes falar da história multidimensional antiga da Terra.

Antes de a Terra cair para a atual vibração tridimensional, de fato, até antes de a Terra cair para a quarta dimensão, NÃO havia polaridades. Masculino e feminino, próton e elétron, receber e projetar eram o mesmo.

A polarização de masculino e feminino começou com o átomo, e é por isso que o primeiro humano polarizado recebeu o nome de Adão. Muito antes da queda de Atlântida, quando Gaia ainda era pentadimensional, havia um continente que preenchia muito de seu Oceano Pacífico chamado Lemúria.

Na Era Lemuriana, SOMENTE havia a Consciência de Unidade. Então, não havia polaridades e todos os seres eram andróginos. Bastante interessante, foram os Lemurianos que começaram os experimentos para criar um Ser polarizado em gênero masculino ou feminino.

VIDA DIMENSIONALMENTE INFERIOR

Os Lemurianos fizeram experimentos para criar um ser dimensionalmente inferior, pois eles sabiam que Gaia tinha se voluntariado para descobrir a dimensão mais baixa em que a vida senciente poderia sobreviver. Os Lemurianos começaram seus experimentos de polarização por separar o átomo em polaridades de carga positiva/próton/masculino e carga negativa/elétron/feminino.

Eles decidiram fazer seu humano dimensionalmente inferior masculino, pois eles pensaram que a ação dinâmica da carga masculina seria vital para uma sociedade separada da Unidade da quinta dimensão. Por alguma razão, eles não consideraram ter ambos os seres, masculino e feminino. Talvez tenha sido assim porque eles estavam com dificuldade de encontrar algum ser que pudesse sobreviver em uma ressonância tão baixa.

Os Lemurianos, que trocavam as formas tão facilmente quanto vocês trocam de roupa, viam ter “apenas” uma forma como um conceito estranho. Entretanto, sua mente telepática grupal lhes disse que o destino do planeta era que a frequência de energia ia cair drasticamente.

Eles formularam toda possível solução para este cataclismo iminente, mas estava ESCRITO no holograma planetário e eles não podiam mudá-lo. Portanto, eles sabiam que teriam de assistir na criação de uma forma terrena que pudesse sobreviver em uma dimensão baixa, possivelmente tão baixa quanto à terceira dimensão.

Por fim, acreditando que seus experimentos falharam, eles então passaram sua pesquisa para os Atlantes. Eles fizeram isso principalmente porque as ESCRITAS holográficas diziam que eram os Atlantes que seriam os responsáveis por causar a grande catástrofe.

IDA PARA O SUBTERRÂNEO

Os Lemurianos aceitaram o fato de que alguns deles iriam para o subterrâneo até poderem ajustar sua vibração para a frequência ressonante em que o planeta finalmente estabilizaria. Essa frequência acabou sendo a terceira dimensão.

Foram milênios antes que as formas graciosas dimensionalmente superiores pudessem criar um corpo tridimensional polarizado com “contornos” de carne e “bases” de ossos. Os cientistas Lemurianos descobriram que os ossos poderiam manter sua história, pois os ossos pareciam ser mais duráveis do que qualquer outra forma biológica tridimensional.

Eles acreditavam ou esperavam que poderiam incorporar a história de sua Civilização Lemuriana no DNA da medula óssea da forma que eles no final assumiriam. Desta maneira, sua história resistiria nos ossos enterrados por muito tempo depois de expirar o tempo de vida limitado de um ser dimensionalmente inferior. Os Lemurianos descobriram que eles realmente podiam esconder esta informação em 97% do DNA que os cientistas ocidentais rotularam como “lixo”.

Visto que esse DNA lixo podia criar uma forma de linguagem que funcionava no mesmo princípio da linguagem, os Lemurianos sabiam que ninguém nem pensaria em olhar nos ossos enterrados de seus ancestrais até que a civilização estivesse bastante avançada.

Esperançosamente essa civilização seria avançada o suficiente para usar os grandes segredos Lemurianos SOMENTE para criar e não para destruir. Entretanto, se seus segredos seriam armazenados em ossos, alguns deles teriam que ter formas físicas até a entrada seguinte no Cinturão de Fótons doze mil anos depois.

Os outros Lemurianos retornariam ao seu EU Multidimensional e sua Superalma para compartilhar todas as suas aventuras maravilhosas. Alguns Lemurianos se voluntariaram para supervisionar a Terra e orientar aqueles que elevariam sua consciência o suficiente para se comunicar com eles.

Esses Lemurianos manteriam sua ressonância uma ou duas oitavas mais alta do que a dos humanos polarizados. Esta ressonância acabou sendo a quarta dimensão média e alta.

Um terceiro grupo de Lemurianos desceria para grutas e cavernas da Terra para lentamente baixar sua vibração para igualar à de Gaia. Seriam Eles que por fim assumiriam uma forma tridimensional. Somente os Lemurianos mais evoluídos foram escolhidos para essa tarefa, pois os Videntes sabiam que os desafios de entrar na polaridade escura seriam imensos.

POLARIZAÇÃO DA HUMANIDADE

Quando, de fato, a faixa vibratória do planeta caiu para a quarta inferior e finalmente para a terceira dimensão, a polarização dos seres, depois conhecidos como humanidade, estava concluída.

Realmente os Atlantes contribuíram muito na criação da experiência da individualidade polarizada. Eles experimentaram com muitos seres vibracionalmente inferiores por criar uma combinação do “humano” Espírito/Andrógino e animal que tinha sido polarizado em um gênero.

No final, foi o egoísmo e a crueldade desses experimentos que provaram realmente baixar a vibração. Vejam vocês, na Unidade da quarta alta e da quinta dimensão todos compartilham seus sentimentos, pensamentos e experiências com todos os outros. Por causa disso, ninguém prejudica o outro ou eles se prejudicam também.

Entretanto, determinados “cientistas” Atlantes descobriram uma forma de Magia Negra que permitia a eles se blindar da dor dos outros. Eles fizeram isso por descobrir modos de temporariamente extinguir sua Luz ao “desligar” seu ATMA, a chama trina da VIDA em seu coração.

Isso era realmente perigoso, pois sua Alma poderia sair do corpo enquanto seu ATMA estava desligado. No entanto, se eles o ligassem novamente a tempo, eles poderiam retornar sua Alma para o corpo. Infelizmente, só depois de muito tempo eles aprenderam que sua vibração se tornava cada vez mais baixa toda vez que eles realizavam essa “magia”.

Finalmente, sua Alma deixou o corpo, pois a vibração era baixa demais e eles se tornaram Vasos Terrenos sem uma Alma. Sem a Alma integrada em seu corpo, eles poderiam fazer qualquer coisa a qualquer um sem sentir a dor da outra pessoa. Foi assim que a crueldade começou.

Quando eles acabaram numa vibração dentro da ressonância 3D, eles descobriram que tinham corpos diferentes. Alguns tinham um corpo polarizado masculino com uma essência mais projetiva/agressiva/intelectual, enquanto que outros tinham uma forma polarizada feminina com uma essência mais receptiva/criativa/emocional.

UM PLANETA POLARIZADO

Quando o planeta inteiro se tornou tridimensional, todos que escolheram ficar com Gaia tinham uma forma tridimensional. E também, todos tinham uma forma que era ou masculina ou feminina.

Infelizmente, os primeiros a baixar para a terceira dimensão eram aqueles que haviam praticado Magia Negra. Eram os mesmos que aprenderam sobre a crueldade e eles estavam no planeta muito mais tempo e conheciam as regras de sobrevivência na realidade 3D.

Então, os Escuros tornaram-se os líderes. Com esses Escuros impiedosos no poder, havia tanta crueldade e dor que a espécie humana esteve em risco de extinção.

Havia Sacerdotes e Sacerdotisas da Atlântida que decidiram viver na terceira dimensão, mas eles mantinham para eles e pouco se importavam com as pessoas “comuns”. Portanto, um chamado foi enviado para as dimensões superiores para encontrar Seres de Luz que estivessem dispostos a assumir forma com as “pessoas comuns” para equilibrar a Escuridão.

Felizmente muitos Seres de Luz responderam ao chamado; infelizmente muitos deles se perderam na Escuridão. Entretanto, uns poucos deles foram fortes o suficiente para permanecer em sua Luz. Então, a polarização entre Luz e Escuridão começou.

Essa polaridade expandiu, pois os Seres de Luz faziam coisas “amorosas - poder interior”, e os Seres Escuros faziam coisas “temerosas – poder sobre os outros”. Os Seres de Luz somente podiam sobreviver por puxar constantemente poder das forças da luz vibracionalmente mais alta.

Essa força mais tarde ficou conhecida como Graça, Prana e/ou AMOR Incondicional. Por outro lado os Escuros puxavam poder da essência de outros humanos 3D.

Os Escuros eram tão extremamente impiedosos que as pessoas comuns aterrorizadas permitiam sua essência sair de seus corpos atormentados na presença desses líderes cruéis.

Os Escuros então roubavam essa essência para eles. Esta experiência de ser atormentado depois se tornou conhecida como “Medo”. Desta maneira, Amor e Medo tornaram-se polaridades.

Conforme o planeta se tornou mais e mais polarizado, a faixa vibratória se tornou mais e mais baixa. Os Escuros sabiam que se eles pudessem fazer a vibração do planeta baixar muito, todos os Seres de Luz teriam que ir embora ou arriscar cair na escuridão.

Portanto, eles permaneceram tão cruéis quanto podiam. Eles descobriram que gostavam de ter o poder sobre as pessoas, animais, e até sobre o planeta que os alojava.

RETORNO DOS LEMURIANOS

Os Lemurianos finalmente foram capazes de assumir corpos 3D e tornaram-se os “povos nativos”, tais como Americanos Nativos, Inuítes, Sami (também conhecido como Lapões), Polinésios, Aborígenes, Maoris e outros povos indígenas da África e América do Sul.

Até hoje esses descendentes dos Lemurianos servem à Deusa Terra e respeitam as antigas tradições que já foram Lemurianas. Infelizmente, essas sociedades eventualmente tornaram-se “povos conquistados”, pois eles não eram páreo para a crueldade dos Escuros que NÃO conheciam a unidade com outros, com o planeta ou com sua própria luz esmorecida.

Os Lemurianos aguardaram de novo. Eles jamais perderiam sua conexão com a terra e com Gaia e secretamente usariam seus rituais e cerimônias para proteger a Terra. Alguns Lemurianos assumiram formas de seres aquáticos, tais como os cetáceos.

Felizmente, porque a Alma Lemuriana era UMA com Gaia, eles também eram UM com a Galáxia. Por causa disso, eles sabiam da entrada iminente da Grande Luz quando eles entrassem na Era de Aquário e no braço do Cinturão de Fótons.

Esses descendentes dos Lemurianos teriam apenas que “esperar” até Gaia se aproximar do Cinturão de Fótons e a frequência do planeta começaria a se elevar. (Nota de Sue: essa época é AGORA.) Nesse ponto, as forças da Escuridão teriam ou que receber mais luz ou se tornar extinta com o resto da terceira dimensão em declínio. (Nota: este evento também está ocorrendo AGORA). Os Lemurianos não teriam a intenção de punir ninguém, pois através de sua conexão com Gaia, eles podiam também se conectar com Tudo Que É.

Na Consciência de Unidade não há necessidade de punir os outros, pois não há “outros”, há somente a UNIDADE. Essa UNIDADE preenche o Cinturão de Fótons, e os Lemurianos sabiam.

Eles também sabiam que a Luz do Cinturão de Fótons gradualmente despolarizaria o planeta. O espectro entre carga negativa/feminina (-) e a carga positiva/masculina (+) então gradualmente diminuiria até o equilíbrio de masculino e feminino ocorrer.

Nesse ponto, toda “carga” polarizada seria retirada de Gaia,
e então, de todos os seus habitantes.

EQUILÍBRIO DAS POLARIDADES

Visto que Gaia é um holograma, todos os habitantes da Terra têm Sua “luz” dentro deles, tal como Gaia tem a luz dos habitantes da Terra dentro Dela. O local no corpo humano que tem a chave para o Equilíbrio das polaridades Masculina e Feminina é o Triângulo Sagrado do cérebro.

O casamento interior das polaridades masculina e feminina, o Casamento Místico no Triângulo Sagrado, equilibra as polaridades no cérebro. Assim que essas polaridades são equilibradas, o Pensamento com o Cérebro Todo é ativado.

As glândulas pineal e pituitária são polarizadas no que tange que a Glândula Pineal é feminina/receptiva e a Glândula Pituitária é masculina/projetiva. Portanto, assim que essas duas glândulas conseguem compartilhar, combinar e fundir sua essência no terceiro ventrículo do cérebro, as cargas/polaridades são gradualmente equilibradas nos Vasos Terrenos de toda vida em Gaia.

Claro, nada realmente será retirado. Tal como o equilíbrio das polaridades masculina e feminina se equipara a uma bateria totalmente carregada, um equilíbrio do masculino e feminino no cérebro se equipara a um computador biológico totalmente carregado.

Sem o desequilíbrio causado pelas polaridades masculina e feminina, machos e fêmeas tornar-se-ão andróginos. O hemisfério/negativo/elétron direito e o hemisfério/positivo/próton esquerdo se combinarão no Cérebro Todo.

No mesmo AGORA, o Terceiro olho se abrirá para ver a VERDADEIRA Visão, que brilhará no Coração Superior para ativar o ATMA da unidade da Sabedoria Infinita, Poder Multidimensional e Amor Incondicional.

Quando o Terceiro Olho e o Coração se fundirem em UM, o Corpo de Luz pentadimensional acenderá para perceber, acreditar e habitar a expressão pentadimensional do querido planeta Terra de Gaia.

Esses humanos, muitos deles inicialmente foram Lemurianos, concluíram uma jornada muito longa pela vida-morte-vida-morte na Roda da Encarnação. Ah, a unidade do encontro com sua verdadeira família somente pode ser percebida, acreditada e reunida através do seu verdadeiro EU Corpo de Luz.

Enquanto isso, seu DNA tem a memória de serem Seres Multidimensionais de Luz andróginos. Quando seu cérebro retornar ao EQUILÍBRIO do masculino e feminino, o NOVO computador biológico se ativará e vocês começarão a jornada para o LAR, para a quinta dimensão e acima. (Nota: Essa parte DEFINITIVAMENTE é AGORA!)

A Nave Espacial Terra, a Nave Mãe, com milhões de pequenos Vasos de Luz, Corpos de Luz, começará o grande Tour Galáctico. Não percam essa viagem.

Ela promete ser “FORA DE SÉRIE”!

Boa viagem, Gaia.
Você merece umas férias.

Mytria

(reunião)



Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com.br

quarta-feira, 29 de julho de 2015

ARCTURIANOS – OS INTÉRPRETES

Os Arcturianos
Por Suzanne Lie PhD
Em 25 de julho de 2015



Queridos Arcturianos, em uma de suas últimas mensagens vocês declararam que nós, seus voluntários que assumiram um vaso terreno para este AGORA, seremos os “Intérpretes”. Vocês podem falar mais sobre isso, por favor?

Resposta Arcturiana: Sim, ficamos felizes por explicar. Primeiro, nós lhes pedimos que voltem às nossas mensagens começando em 02/01/15 e as leiam ou se reinformem com aquela informação começando por Ondas Cerebrais e Consciência.

Nós temos preparado todos vocês para reconhecer e ler formas-pensamento e campos de energia. Gaia está criando/permitindo Sua transição para a frequência pentadimensional em que NÃO há tempo. Na verdade, seu planeta está atravessando um grande campo de energia até o final deste setembro de 2015.

A escalada e elevação da energia eletromagnética do Sol e outras energias cósmicas expandirão durante agosto para alcançar o pico entre 23/24 de setembro de 2015. Nós dizemos a vocês que atenuem qualquer “medo do desconhecido”. O campo de energia do medo provoca resistência e os faz “rejeitarem” o campo de energia.

Por outro lado, o campo de energia do amor, principalmente o amor incondicional, permite um fluir para o campo de energia e aceitá-lo. Além disso, se vocês expandirem sua consciência para suas ondas cerebrais mais altas em ondas Gama pentadimensionais, vocês serão capazes de experimentar conscientemente esses campos de energia e permitir as mensagens incorporadas entrar em sua consciência.

Lembrem-se de que uma forma-pensamento tem inúmeras versões da mesma informação. Portanto, cada “indivíduo” pode perceber a informação de seu próprio ponto de vista pessoal. Também é muito poderoso se vocês criassem um “grupo” de voluntários com mentalidade semelhante. Desta maneira, vocês podem combinar todas as suas experiências individuais em uma experiência coletiva.

Claro, visto que esse campo é grandemente pentadimensional, vocês precisarão estar em sua Consciência em Onda Gama pentadimensional para obter a mensagem mais clara. E também, vocês precisam liberar TODO medo do desconhecido.

Quando sua consciência for pentadimensional, vocês estarão em alinhamento com esses campos de energia pentadimensionais. Então, vocês serão mais capazes de “ler” as formas-pensamento e pacotes de energia interdimensionais incorporados neste fluxo cósmico de luz superior.

Enquanto vocês puderem manter um estado pentadimensional de consciência, vocês serão capazes de perceber esses padrões de energia de frequência mais alta e reconhecer que eles contêm uma forma de Linguagem da Luz.

De seus estados mais altos de consciência, vocês não apenas percebem esses pacotes de energia, mas também o farão antes de eles deixarem a quinta dimensão e descerem para o “tempo” de sua realidade tri e tetradimensional.

Portanto, vocês serão capazes de contribuir com amor incondicional, luz multidimensional e Fogo Violeta, o que ajudará imensamente Gaia a integrar essas frequências mais altas em sua forma planetária.

Nós precisamos de vocês, nossos voluntários galácticos, para trabalhar com a consciência de Gaia. Sim, Gaia tem uma consciência e Ela É um ser senciente. Através de sua consciência pentadimensional vocês serão capazes de comungar com os elementais do Éter, Terra, Ar, Fogo e Água de Gaia.

Tal como seu corpo abrange todos os seus próprios elementais, o corpo de Gaia abrange Seus elementais. O reino Elemental são membros do reino Dévico e servem como mantenedores da forma. Esses elementais fluem do humano para o planeta e do planeta para o humano – e também para todas as formas de vida.

Visto que esses elementais ressoam à frequências acima da terceira dimensão, eles podem assistir a forma tridimensional na adaptação à luz superior pela entrega aos campos novos de energia sem a resistência tridimensional.

Enquanto vocês puderem manter um estado pentadimensional de consciência, vocês serão capazes de “receber” a Linguagem da Luz incorporada na onda de energia dimensionalmente superior e permitir que ela os guie pela sua transição pessoal e planetária.

Seu maior desafio será manter sua ciência tridimensional “operando” e conectada às suas experiências pentadimensionais. Enquanto seu portal pessoal entre seus estados tri, tetra e pentadimensional de consciência permanecer aberto, vocês serão capazes de se lembrar de suas comunicações pentadimensionais.

Felizmente, a onda de energia mais alta provavelmente ativará seu DNA 97%. O biofísico e biólogo molecular russo Pjotr Garjajev e seus colegas que também faziam pesquisas sobre o DNA lixo, acreditavam que os padrões de luz no vácuo causado pelo DNA eram na verdade wormholes magnetizados. De alguma forma o DNA transformava a luz em wormholes, que ainda estavam presentes após o DNA ser removido.

Esses wormholes são os equivalentes microscópicos das chamadas pontes Einstein-Rosen teorizadas existirem nas proximidades dos buracos negros (deixados por estrelas mortas) – túneis pelos quais a informação da luz pode ser transmitida fora do espaço e tempo de diferentes áreas do universo.

Poponin, Garjajev e outros cientistas russos pensam que nosso DNA lixo atrai informação da luz e a passa para a nossa consciência. Essa passagem interdimensional de informação chama-se “hipercomunicação”.

Esses cientistas depreenderam que a energia de fora do espaço e tempo flui por esses wormholes e que os wormholes foram ativados pela existência do DNA. Se foi o DNA que verdadeiramente abriu esses wormholes, é possível que nosso próprio DNA seja capaz de receber as partículas subatômicas de luz que constituem a matriz do “super-holograma”?

Pode haver uma situação “galinha ou ovo” onde a matriz subatômica de luz pode ativar os wormholes do DNA, enquanto que ao mesmo tempo, são os wormholes ativados que podem perceber e aceitar a imagem holográfica de partículas subatômicas de luz.

Os pesquisadores russos também se uniram a linguistas e geneticistas para explorar o DNA lixo. Eles descobriram que o DNA lixo segue as regras de nossa linguagem humana. De acordo com eles, nosso DNA lixo serve como armazenamento de dados e comunicação.

Ao explorarem o comportamento vibracional do DNA, Garjajev e seus colegar descobriram que cromossomos vivos operam igual aos computadores holográficos. Esses pesquisadores modularam certos padrões de alta frequência em um raio laser para influenciar a frequência do DNA e então a informação genética em si. Visto que nosso DNA lixo e linguagem compartilham a mesma estrutura, não é necessária a decodificação. Pode-se simplesmente utilizar palavras e sentenças da linguagem humana para influenciar o DNA.

Garjajev acredita que o DNA lixo no tecido vivo sempre reagirá a raios laser modulados pela linguagem e até ondas de rádio – se as frequências mais altas forem utilizadas para projetar a mensagem. A pesquisa de Garjajev explica por que afirmações, hipnose e o gostar podem ter um forte efeito nos humanos e seus corpos. Eles têm declarado que quanto mais alta a consciência do indivíduo, há menor necessidade de qualquer tipo de dispositivos a laser.

A pesquisa do DNA lixo e holográfico revela que os humanos basicamente são receptores flutuando por um mar de frequências de padrões de interferência de luz. Nós escolhemos perceber e assim criar nossa realidade a partir de inúmeras realidades possíveis que o super-holograma projeta de além do tempo e espaço para nós recebermos pelos nossos portais pessoais (os wormholes).

Assim que recebemos essa informação de luz, nós a processamos por nosso cérebro holográfico para que possamos projetar nossa imagem de realidade no mundo físico para contribuir com a consciência coletiva e planetária. Desta maneira, todos nós somos UM ser recebendo UMA mensagem através de muitos portais diferentes.

AGORA nós lhes dizemos que vocês NÃO perceberão a quinta dimensão da mesma maneira que percebem a terceira ou até a quarta dimensão. O exemplo mais próximo que podemos dar para as percepções pentadimensionais é que elas parecem como “apenas a sua imaginação”. Assim, para entrar nessa próxima oitava de sua realidade vocês precisarão finalmente perceber que sua imaginação é de fato REAL.

A verdade é que a terceira dimensão é meramente uma projeção holográfica. Então, sua realidade 3D NÃO é real. Vocês têm acreditado que a realidade começa no mundo físico, E, pode haver uma possibilidade de seus sonhos poderem orientá-los – às vezes.

Na realidade, sua vida de sonho tetradimensional é o portal que conecta seu verdadeiro EU pentadimensional com a projeção holográfica enviada da quinta dimensão passando pela quarta e chegando à Matriz 3D da terceira dimensão. Vocês já tiveram um sonho que vocês pensavam ser “real” até acordarem?

AGORA vocês estão no processo de acordar para o seu verdadeiro EU. Esse VOCÊ verdadeiro é realmente seu EU Corpo de Luz que está latente na base de sua espinha. Esse campo de energia é chamado de “A Serpente Adormecida”. Por que serpente?

“Vocês estão dizendo que todos nós somos apenas ilusões?” vocês podem perguntar. “NÃO”, nós respondemos, “VOCÊ, seu EU Corpo de Luz pentadimensional, NÃO é uma ilusão. Entretanto, sua grande luz multidimensional é lançada na Matriz 3D a partir de sua expressão pentadimensional.”

Para garantir que vocês possam fazer contato com sua própria fonte de luz, ela está armazenada no vaso físico que está ligado à matriz física 3D da Terra. Nós lhes dizemos isso porque não queremos que vocês tenham medo sobre o piscar de sua realidade para a quinta dimensão.

Vocês não precisam ter medo porque a quinta dimensão é onde o seu VOCÊ real está, o marionetista, orientando o você físico, a marionete de madeira, pela estória que VOCÊ tem criado. O que conecta o marionetista à marionete é seu eu astral tetradimensional.

Sua realidade tetradimensional é o sonho, a fantasia e o mundo de aspiração pelo qual a informação de mão dupla entre a 3D e a 5D pode fluir. Quando vocês dominarem sua capacidade de regular seus próprios estados de consciência, vocês serão capazes de seguir o fluxo da sua:
Consciência tridimensional em Onda Beta para a sua
Consciência tetradimensional em Onda Alfa para a sua
Consciência pentadimensional em Onda Gama – e voltar de novo.

Em outras palavras, vocês serão capazes de percorrer o “rio da vida”. Vocês sabem que quando vocês percorrem um rio, que a água no topo da montanha não é separada da água no sopé da montanha. Algumas moléculas da água evaporaram, alguma água foi tirada do rio ou lançada na margem seca, mas a água do sopé é UMA com a água do topo da montanha.

Da mesma maneira, a luz de frequência mais alta das dimensões superiores não é separada da luz em seu plano físico. Essa luz pode ser diluída ou difícil de reconhecer, mas se vocês usarem suas percepções pentadimensionais, vocês serão capazes de reconhecer as frequências diferentes que estão na luz que constantemente banha seu planeta.

Tal como vocês precisam escolher determinado canal ou frequência em seus aparelhos físicos de comunicação, vocês se lembrarão de como escolher seu canal pentadimensional em seu próprio cérebro multidimensional.

Seu cérebro físico parece estar somente na sua realidade física. Entretanto, suas expressões dimensionalmente superiores do eu não ressoa apenas ao seu redor. Elas primeiro ressoam dentro de vocês, pois toda criação começa dentro do núcleo.

Portanto, se vocês calibrarem sua atenção ao padrão de frequência mais alta em seu Terceiro Olho e seu Coração Superior, vocês encontrarão as sementes da multidimensionalidade que sempre estiveram dentro de vocês.

Do mesmo modo que vocês escolhem o canal 3 em sua TV para um programa, canal 4 para outro e canal 5 para outro programa, vocês escolherão o que vocês desejam perceber por regular seu estado de consciência.

O canal 4 lhes permite ver o programa “desperto” ou o programa “adormecido”. Por outro lado, o seu canal 5 lhes permite perceber tudo nos canais 3, 4, simultaneamente no mesmo AGORA. Como seu cérebro 3D pode perceber três canais diferentes de uma só vez?

Ele não pode! Seu cérebro/TV 3D veria percepções diferentes interferindo umas nas outras. Seu cérebro/TV 4D perceberia imagens com sombras oscilantes que dificultam ver claramente. Por outro lado, seu cérebro/TV 5D seria capaz de perceber inúmeras imagens todas interligadas e operando como UM sistema cooperativo.

Quando vocês tiverem mais e mais comunicação pentadimensional provavelmente vocês descobrirão que essas comunicações 5D normalmente são acompanhadas por um sentir de sua força Kundalini subindo e descendo em sua medula espinhal.

Esse sentir é muito eufórico e lhes dá um forte “SIM, você está tendo uma experiência pentadimensional”. Esse sentir é semelhante a um convite para se comunicar, tal como um telefone ou uma campainha tocando.

Entretanto, essas mensagens são cinestésicas ao invés de auditivas ou visuais. Seu corpo é muito útil ao lhe dar um forte “Sim” cinestésico através da ativação da Kundalini ou uma emoção amorosa e/ou um pensamento agradável. Por outro lado, seu corpo dirá “Não” com um sentir de vazio dentro de você que é acentuado com depressão e/ou ansiedade.

Quando vocês se lembrarem de como manter uma consciência pentadimensional por mais e mais do seu “tempo”, vocês também se lembrarão de como ler formas-pensamento e campos de energia com os padrões inatos e ressonantes de sua forma física.

As sensações cinestésicas de que falamos acima são comuns para todos. Também há gatilhos, respostas, emoções e reações cinestésicas pessoais que foram aprendidas durante sua atual encarnação.

Vocês acharão útil reconhecer e documentar essas reações à vida, pois seu corpo NÃO CONSEGUE mentir. Tal como seu querido cão ou gato ou pássaro não pode mentir porque é incapaz de se decepcionar dessa maneira humana, seu corpo lhe dirá a verdade.

Entretanto, seu corpo apenas pode lhe dizer a verdade se você quiser a verdade, e se você estiver disposto a recebê-la. Sua sociedade tridimensional lhe ensinou a mentir para si mesmo e mentir para os outros para que você NÃO se meta em ENCRENCA.

Nós temos experimentado através de nossos voluntários que os constantes ir e voltar entre as diferentes linhas temporais 3D, 4D e 5D podem provocar grande confusão na memória sequencial 3D. Para muitos de vocês, o retorno de sua atenção à terceira dimensão nem sempre ocorre na sequência natural desse “tempo”.

Em outras palavras, vocês podem ter uma “meditação breve” sobre uma mensagem pentadimensional e descobrir que uma hora passou quando vocês retornarem seu foco para a sua empreitada 3D. Na verdade, muitas de suas jornadas interdimensionais normalmente nem são notadas pelas suas percepções físicas. Portanto, vocês têm a experiência de “tempo” perdido ou “sequência perdida de eventos”.

Obviamente, quando o tempo é perdido, a sequência vinculada ao tempo do evento ficaria muito confusa. Tempo perdido é quando vocês pensam que foi apenas um poucos minutos e olham no relógio e veem que passou uma hora.

Por outro lado, sequência perdida é quando vocês se encontram num lugar diferente e/ou empreendimento diferente, mas não conseguem se lembrar do “entre” de onde vocês pensavam estar e de como vocês chegaram onde estão AGORA.

Em outras palavras, vocês viajaram interdimensionalmente além da 3D e voltaram para seu vaso terreno após seu eu 3D ter mudado sua localização física. Assim que vocês se reconectam com sua consciência 3D, o eu ego, vocês não conseguem se lembrar de onde estavam ou de como seu corpo agora está num local diferente.

Esta dinâmica é até mais comum com o “tempo perdido”. Vocês olham no relógio e veem que é uma hora determinada. Então vocês se envolvem em um empreendimento que ativa sua consciência pentadimensional, que é além do tempo. Então, vocês realmente saem do tempo. Nenhuma pessoa tridimensional verá isso ocorrer porque a percepção 3D não acredita que essa situação é verdadeira. Então, se vocês não conseguem acreditar, vocês não podem perceber.

Entretanto, se vocês estiverem atentos, vocês observarão que alguma coisa repentinamente mudou e vocês perderam a transição entre o que era antes e o que se tornou quando vocês retornaram. Claro, visto que vocês não sabiam que saíram, vocês não sabiam que retornaram. Isto é, vocês não sabem disso com sua consciência tridimensional.

Nós estamos lhes passando essa informação porque vocês estão entrando em uma área do espaço em que há muitas ondas de energia de frequência mais alta. Portanto, é o AGORA para ativar totalmente sua consciência multidimensional. Se vocês não o fizerem AGORA, vocês começarão a duvidar do seu eu e duvidar de suas percepções.

A autodúvida é muito perigosa no mundo em mudança que vocês estão experimentando porque pode iniciar o medo. Assim que vocês experimentarem o medo, sua consciência irá baixar. Então vocês ficarão completamente confusos, pois vocês não se lembram de como ou por que sua consciência caiu de se sentir bem para o sentir medo.

Provavelmente vocês sentirão como se tivessem feito um pouso forçado na terceira dimensão, mas vocês podem não ser capazes de se lembrar de onde foi que vocês aterrissaram, onde estavam indo e/ou o que fizeram. No seu passado, significando nos primeiros anos de sua transição planetária, todos vocês ficavam confusos e riam disso.

Era principalmente conjectura na época, então estava tudo bem. Vocês estavam aprendendo a voar e faziam alguns pousos desastrados. Entretanto, é o AGORA do que vocês estavam apenas ponderando, ou talvez, até planejando. Portanto, vocês podiam perder seu foco sem tantas consequências.

Entretanto, AGORA, as consequências podem se tornar extremas. Portanto, vocês precisam manter uma linha constante de comunicação com suas próprias expressões superiores. Enquanto sua consciência humana se sentir um pouco informada, vocês conseguem ficar acima do medo.

Entretanto, assim que vocês perderem o contato com o seu EU Superior, vocês ficarão amedrontados e não se lembrarão do por quê. Evitar o medo e viver no mais alto estado de consciência que vocês puderem é uma das coisas mais importantes para vocês se lembrarem neste AGORA.

Portanto, queridos batedores para o seu “corajoso mundo novo” CONHEÇAM seu EU. O que vocês NÃO sabem sobre o seu eu é uma porta aberta para o medo entrar. Quando em dúvida, SEMPRE que vocês sentirem QUALQUER medo, lembrem-se de dizer:

“Eu Envio Amor Incondicional e Fogo Violeta!”

Nós, sua Família Arcturiana e Galáctica, estamos aqui para ajudá-los. Porém Gaia é um planeta baseado no livre arbítrio, então vocês precisam PEDIR pela nossa ajuda. Entretanto, nós podemos pedir ajuda para vocês. Nós estamos enviando muitas mensagens para os nossos voluntários na Terra. Nós estamos procurando por mais “intérpretes” através de quem poderemos falar.

Por favor, solicitem a posição dentro de seu próprio Coração Superior.
Sua Família Galáctica está com vocês.
Vocês podem nos ver com sua consciência pentadimensional.

E acima de tudo, por favor, lembrem-se de que
VOCÊS estão chegando ao LAR




Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com.br

MENSAGEM DIÁRIA DO ARCANJO GABRIEL DE 28 DE JULHO DE 2015

Canalizado por Shelley Young



Alegria e riso são energias de alta vibração que levam você para um espaço vibracional mais alto que permite cura, liberação e transmutação das energias de vibração mais baixa.
É por isso que pedimos que você comece a se tornar um detetive em busca da alegria.

Procure pelas coisas que trazem alegria em sua vida.
Se você não tiver muita certeza, torne-se um detetive e descubra o que lhe traz alegria.
Quando você começar a colocar seu foco na descoberta da alegria, você começará a encontrá-la e começará a infundir sua vida com riso e prazer.

Quando você começar a passar mais e mais tempo no riso e no prazer, você não mudará tão somente a sua própria energia, você estará apoiando a energia do seu ambiente, as grades e o planeta.
Você estará ajustando conscientemente seu GPS interno para a descoberta de ainda mais alegria em sua vida e criando novas possibilidades e potenciais infinitos para o seu futuro também.

Não se engane.
O riso é uma ferramenta profunda e multifacetada de cura para o seu passado, presente e futuro.

Arcanjo Gabriel



Arcanjo Gabriel através de Shelley Young
Facebook: Trinity Esoterics
Twitter: @trinityesoteric

Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com.br